Artigos
&
 
Colunas

Bijux in the box - Tô vendo

MMO – minha modesta opinião

A televisão deve ser colocada como uma das 4 ou 5 maiores invenções do século 20 (se baixou curiosidade, as outras são: a bomba atômica, a pílula, o viagra e a coca-cola). Na Minha Modesta Opinião. A internet (na verdade a sua popularização) coloco como a primeira deste nosso século – e já temos a segunda: a descoberta do tal Bóson de Higgs, seja lá o que isso aí for.

Tela com mundo na palma da mãoIsso porque a internet deslanchou de verdade a partir da escalada de novas tecnologias iniciada neste século. Hoje se dá à internet uma megaimportância (se o Huck pode falar assim, eu também posso). Mas o que seria da web sem a TV para repercutir, quando não provocar, a ação da rede? Tanto é assim que ficamos conhecendo o que vai na internet através de programas como Pingou na Rede, Vídeos Incríveis e Domingão Você Sabe de Quem.

Enquanto a internet informa muitas vezes em primeira mão, municiando o jornalismo e o entretenimento da TV, é a câmera de TV que está no Egito, na Síria, na Alemanha, nos EUA, no Rio. Tudo o que está na web esteve primeiro na reportagem das emissoras de TV. Tal é a importância da TV – porém há mais: ela é hoje a maior fonte de entretenimento democraticamente espalhado para o mundo inteiro. Molda comportamentos sociais, vende produtos aos bilhões, mas também é rápida e eficaz em denúncias, reivindicações e apoio às causas sociais.

Não há quem não veja TV. Mesmo de raspão, mesmo através da internet. A TV é inexorável, indefectível, inevitável. E é bom que seja assim. Pelo menos na Minha Modesta Opinião.

Eu vi…

Novos/Velhos programas de tv

Mais do mesmo

Um monte de programas novos na TV. Novos? O da Fátima Bernardes e o do Bial nos fornecem mais do mesmo: plateias sonolentas, temas mais do que batidos (adoção, obesidade, desaparecimentos, o tal do politicamente correto, as obviedades, e outras mazelas que tais). Já o da Adriane Galisteu nem se atreve a querer ter plateia, e usa basicamente a internet para um também batido programa de fofocas. O do Gentilli – que nem é tão novo – é mais um dos que oferece a Band dentro do que parece ser o seu objetivo: chocar, causar, dar o que falar (e tem dado certo), como o CQC e o recém importado Pânico. Tudo igual do Leme ao Pontal.

De olho no umbigo

TODOS, absolutamente TODOS os programas da Globo – até mesmo os novos, do Bial e da Fátima – têm SEMPRE alguns preciosos segundos e até minutos dedicados a enaltecer seus próprios programas e profissionais. A Globo sempre fez isso, mas era mais comedida. Agora, só olha o seu próprio umbigo.

 

Olha o microfone!

No jogo Fla Flu na Band, um microfone ficou aberto e pôde-se ouvir um monte de sonoros palavrões.

 

Gabriela 2

Que me perdoe o excelente Nacib de Humberto Martins, mas “moço bonito” mesmo é o Mundinho Falcão do Mateus Solano.

artigos anteriores de Bijux in the box

Publicado em – Edição 110
Coragem, Record!
Publicado em – Edição 109
Sinal dos tempos?
Publicado em – Edição 108
Dá-lhe, delegada!
VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 0.0/5 (0 votes cast)

Deixe um comentário