Saúde
&
 
Bem-estar

Sua pele é a sua “roupa” mais importante

GLÁUCIA PINHEIRO*

A pele é o maior órgão do corpo humano e, além de formar uma barreira entre o nosso organismo e o meio externo, reflete nosso estado de saúde física e também emocional. É através da pele que percebemos todas as sensações de frio ou calor, de áspero ou macio, de carinho ou dor. Quando uma pessoa está feliz sua pele brilha e adquire uma tonalidade especial que todos percebemos, e quando está triste notamos o contrário. A pele é a responsável pela primeira impressão que se tem de uma pessoa. É onde se notam os primeiros sinais do tempo.

Rosto de mulher em momento  relaxanteQuando o assunto é beleza e juventude vale tudo, ou quase tudo. Lembro-me, quando ainda menina, da vovó me ensinando a lavar o rosto com a água de enxágue do arroz, que ela mesmo separava pra mim, dizendo que isso manteria minha pele jovem por muito tempo. E para deixar os cabelos com brilho dourado eu deveria umedecê-los com chá de casca de cebola e deixá-los secar ao sol. Existem muitos truques como esses para se manter bela e jovem, mas todo cuidado é pouco, pois podem resultar em danos irreparáveis. Semanas atrás, a Chayene, personagem da novela “Cheias de Charme”, querendo parecer cinco anos mais jovem, usou no rosto um creme à base de “extrato de mamona brava” e o resultado quase foi uma tragédia.

A busca pela beleza e juventude ao longo dos tempos resultou em evolução das técnicas de estética e cirurgias plásticas e em pesquisas e desenvolvimento, pela indústria cosmética, de diversos produtos à base de princípios ativos com diferentes ações como: esfoliar,hidratar, nutrir, colorir, proteger, despigmentar, enfim, produtos para atender a todas as necessidades. Tais produtos são resultado de muitas pesquisas científicas e os efeitos regulados por agências da Organização Mundial de Saúde. Nenhum medicamento deve ser usado sem prescrição médica, e cosméticos não são inócuos, portanto algum conhecimento sobre os efeitos se faz essencial. Os profissionais de farmácia passam anos debruçados em estudos científicos buscando soluções confiáveis para a produção de cosméticos em todo o mundo.Ao adquiri-los os consumidores devem procurar no rótulo o registro no Ministério da Saúde do país de origem do produto.O Brasil, atualmente, é o terceiro maior mercado consumidor de produtos cosméticos do planeta. A previsão para 2012 é que o país ultrapasse o Japão, tornando-se o segundo. Você sempre encontrará excelentes produtos à venda, nas boas lojas da cidade.

Mas, antes de pensar em usar todos esses truques e produtos, que tal tentar primeiro mudar seu olhar para a vida? Buscar atitudes diferentes frente ao problemas do dia a dia, adquirir hábitos saudáveis e, melhor ainda, buscar a felicidade em coisas mais simples. São pequenas mudanças, mas com certeza evitariam, ou retardariam, as transformações mais radicais obtidas em consultórios.

Mulher recebendo massagem facial

Por isso é preciso cuidar do corpo como um todo, e o primeiro passo é adquirir o hábito de ter uma alimentação saudável. Outro hábito fundamental é a ingestão de água mineral. A mitologia grega já relacionava a água à beleza. Ela favorece todas as funções fisiológicas e é responsável pela hidratação do corpo e até mesmo pela queima de gorduras. Além de saciar a sede, pode agir de forma preventiva, curativa, terapêutica e de embelezamento. O segundo passo é movimentar-se. Pode ser caminhada, dança, musculação ou qualquer outro exercício, tanto faz. O importante é realizar uma atividade física de modo regular e que o/a faça feliz.Escolha-a, com a ajuda do seu médico.

A partir daí, todos os cuidados e produtos irão valer a pena. Comece hoje! Nunca esqueça que felicidade e alegria embelezam!

A partir daqui, vamos conversar sobre os truques de beleza e juventude, conhecer um pouco melhor os produtos cosméticos utilizados em procedimentos estéticos e, porque não, sobre felicidade! Até a próxima edição.

*Gláucia Pinheiro é Farmacêutica

glauciapinheiro@folhacarioca.com.br

MATÉRIAS ANTERIORES DE Saúde & Bem-estar

Publicado em – Edição 117
O cuidado de si como prática de vida
Publicado em – Edição 117
Vamos acabar com o mito
Publicado em – Edição 117
Mulheres equilibristas
VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 0.0/5 (0 votes cast)

Deixe um comentário