Artigos
&
 
Colunas

Iaci Malta

O homem e a mulher ou o masculino e o feminino

Estava eu pensando sobre o que não mais me lembro, quando me vi refletindo sobre o homem e a mulher. Mais especificamente, sobre a diferença entre eles. E consegui, para mim, sintetizar: a diferença básica entre o masculino e o feminino é que a mulher é movida pela necessidade de se sentir segura e o homem de se sentir potente.

Homem e Mulher se tornando umEu me dei conta de que isso aparece nas mais diversas componentes da nossa vida: nas aspirações ditas pessoais e em todos os tipos de relações. Essa diferença está presente nas relações amorosas, nas parentais, nas relações de amizade, nas relações de trabalho. O feminino busca segurança, o masculino poder.

É claro que imediatamente podemos atribuir isso ao elemento cultural, afinal a sociedade se estruturou já há muito tempo a partir do patriarcado onde o homem detém o poder e a mulher a obrigação de cuidar. Mas, talvez, possamos cavar mais fundo, chegando nas funções de cada um, determinadas biologicamente: a mulher tem que gerar, parir e cuidar de sua cria (proteger, ter e dar segurança), já o homem tem que ser potente para conquistar uma fêmea o que, em si, isto é, vencer essa disputa entre outros machos, seria indício da capacidade de aumentar as chances de sobrevivência da espécie.

Durante a gestação, a mulher fica (fisicamente) mais frágil, ela precisa de segurança, necessita ser protegida. Uma vez nascido, seu bebê, que é muito dependente (e por um longo tempo) precisa ser protegido, necessita de segurança (e parece que mãe se habitua com isso e permanece a vida inteira preocupada com a segurança de seus filhos, mesmo quando eles já estão bem maduros e capazes de cuidar de si mesmos).

Essa idéia me remeteu ao Rabino Nilton Bonder e seu (transmutador) livro, A Alma Imoral (Editora Rocco, 2008). Nele, Nilton Bonder fala das duas forças básicas da natureza humana: a conservação e a transgressão. Pensei então que a conservação (representada pela moral, segundo ele) nos fala de segurança, isto é, para conservar precisamos ter segurança e, paradoxalmente, para ter segurança precisamos conservar o que conquistamos. Por outro lado, a transgressão (para ele representada pela alma) fala de riscos e, correr riscos exige potência assim como, também paradoxalmente, a potência se afirma pela experiência do risco, da transgressão.

Ou seja, acabei por estabelecer uma ligação entre as duas forças de Nilton Bonder e o homem e a mulher, ou melhor, entre o masculino e o feminino: a mulher é moral, o homem é alma. E, se o homem é alma, a mulher é corpo.

artigos anteriores de Iaci Malta

Publicado em – Edição 117
Vergonha
Publicado em – Edição 115
Salvas aos cidadãos paraguaios!
Publicado em – Edição 113
O mundo mágico
VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 5.0/5 (4 votes cast)
O homem e a mulher ou o masculino e o feminino, 5.0 out of 5 based on 4 ratings

Um Comentário para “O homem e a mulher ou o masculino e o feminino”

  1. eu queria saber se a mulher er feminino ou masculino

Deixe um comentário