Comes
&
 
Bebes

Cinema e gastronomia

TEXTO_ANDRÉ LEITE

A gastronomia é uma arte que envolve todos os sentidos; mas, sem sombra de dúvida, tudo começa pelo visual. Talvez seja por isso que com o cinema haja um relacionamento tão íntimo. O fato é que ambas as formas de arte são extremamente eficientes em emocionar as pessoas.

Desde os primeiros filmes, a gastronomia sempre esteve presente. A arte dos irmãos Lumière reflete as nuances da vida, e a comida tem servido no cinema para celebrar, reunir, seduzir, presentear, matar e mostrar como os relacionamentos quase sempre existem em torno da mesa ou na cozinha.

Segundo Bruno Adnet, colunista do site CineFanático Brasil, “todo filme tem uma estória pra contar, e a culinária pode ajudar muito a desenvolvê-la. Os que têm cenas envolvendo gastronomia, seja na cozinha de um restaurante gourmet ou de um pequeno apartamento, podem nos mostrar a magia dessas duas artes juntas. O cinema ajuda a mostrar para o mundo como e quão importante é a arte de cozinhar e preparar pratos, sejam eles complicados ou simples. Grandes personalidades do mundo se expressavam através de sua comida. Nunca poderemos provar da cozinha ou conversar com várias delas, mas os filmes sobre elas nos ajudam a entender mais sobre o grande amor e delicadeza que existe dentro delas sobre a gastronomia.”

Também é lugar comum, durante refeições memoráveis, perceber o quanto as pessoas, além de comer, gostam de saber como se faz cada prato, e descobrir detalhes históricos ou peculiares.

Um lugar, logo ali em Botafogo, consegue capturar essa atmosfera. O Espaço Carioca de Gastronomia é tão especial que já está sendo considerado como referência no mercado de gastronomia. Desde 2010, funciona como um centro inovador, que dispõe de estrutura e equipamentos necessários que podem ser utilizados para a execução de cursos, workshops e degustações, voltados tanto para profissionais quanto para amadores.

Criaram também uma programação de eventos temáticos regulares de tirar o fôlego: Gastrologia, para combinar os sabores com os signos; Segunda Cultural, com palestras sobre a história da gastronomia; Quarta Carioca, quando são ensinados nossos pratos típicos; e, para promover o convívio, existe a confraria Gourmet, uma espécie de clube que reúne amantes da boa mesa.

Mas, o que considero uma joia rara, é o chamado CineBistrô, quando se debate sobre um filme que fale da gastronomia, promovido com profissionais da área de cinema e finalizando a noite com um jantar envolvido na temática apresentada do filme.

O formato do evento não é um jantar baseado no cardápio do filme, nem tão pouco uma sessão de cinema seguida de degustação. Na verdade, algumas das principais cenas são selecionadas, tanto pelo pessoal de cinema como pelo chef. E, então, cada cena é discutida sob os dois aspectos. Ao longo desse delicioso bate-papo, são servidos os pratos harmonizados com vinhos, realçando a essência do filme, e dando toda uma complexidade à experiência.

“Já podemos ver em vários filmes que os pratos feitos pelas personagens demonstram seus sentimentos e suas personalidades. As comidas presentes nesses filmes têm um valor significativo para o enredo ou para a construção da personagem. Um hambúrguer pode mostrar que, por mais que o protagonista seja um assassino profissional, ele ainda é um ser humano que se alimenta e gosta desse específico sanduíche, mostrando outro lado do assassino. No CineBistrô, analisamos cenas e tecemos comentários sobre o valor da gastronomia na sétima arte e como ela tem o poder de mudar qualquer coisa dentro do cinema”, completa Bruno.

O clima de descontração e informalidade favorece a participação do público. A troca de impressões é muito enriquecedora. Os gourmets presentes podem comparar as sensações e ouvir novos pontos de vista. E, como é um hábito comum entre os cinéfilos assistir ao mesmo filme muitas vezes para se ater a determinadas facetas, nesse formato, o conhecimento acumulado sofre o efeito sinérgico.

Algumas cenas marcantes guardadas em nossas memórias, muitas vezes, refletem o caminho de nossa criatividade e a maneira como nos identificamos com a culinária. Por isso, cinema e gastronomia sempre renderam uma boa mistura. É uma forma nova de vivenciar a gastronomia… A vinte e quatro quadros por segundo!

Vale conferir!

 

Espaço Carioca de Gastronomia
Rua Teresa Guimarães, 26, Botafogo

MATÉRIAS ANTERIORES DE Comes & Bebes

Publicado em – Edição 117
Leve, saboroso e ecológico
Publicado em – Edição 116
Mistura geral
Publicado em – Edição 115
Fim de ano de bem com a balança
VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 0.0/5 (0 votes cast)

Deixe um comentário