Saúde
&
 
Bem-estar

Perto daqui

TEXTO_JULIANA ALVES
FOTOS BÚZIOS_SÉRGIO QUISSAK
FOTOS ARRAIAL_ JORGE PORTO

Morar no Rio de Janeiro é um daqueles prazeres impossíveis de explicar. A Cidade Maravilhosa oferece diversão com qualidade para todos os gostos e fácil acesso a praias, cachoeiras, trilhas, florestas, enfim, há muita natureza a nossa volta. Porém, colocar os pés na estrada também pode ser bastante prazeroso (e às vezes, necessário) e, pensando nisso, a Folha Carioca decidiu dar algumas dicas de destinos do litoral fluminense… Bem perto daqui!

Praia do Sono – Paraty

Não é só de Centro Histórico que vive Paraty. A imensidão do lugar exige férias para conhecer tudo. O pit stop recomendado é a Praia do Sono, na Reserva da Juatinga: com águas claras e ótima temperatura, o local é perfeito para quem quer se desconectar da loucura da cidade grande. O acesso pode ser feito através de barcos ou pela trilha de aproximados 70 minutos (dificuldade moderada) dentro do Condomínio Laranjeiras, em Paraty. O tênis é importante para chegar lá e também conhecer Antigos e Antiguinhos, as praias vizinhas. No meio da vila, bem próximo à igreja, há uma trilha leve de 20min que vai levá-lo à cachoeira Poço do Jacaré: não dá pé. Terapia intensiva em baixa temporada. Leve repelente e seja bastante prudente na viagem porque não há posto médico no local.

Ilha Grande – Angra dos Reis

Porção de maravilhosa floresta cercada de águas claras que protegem a paz, a tranquilidade, o sono e os sonhos do visitante. Prepare seu tênis, short, cantil e protetor solar para se aventurar nas mais de 10 trilhas que cortam a ilha. Além das barcas que saem de Mangaratiba e Angra dos Reis todos os dias às 8 horas, você pode acordar um pouco mais tarde, pegar o carro (ou um ônibus em Itaguaí) para Conceição de Jacareí, deixá-lo em um dos estacionamentos do local e entrar na primeira embarcação – lancha ou barco – para a Vila do Abraão. Há diversos horários ao longo do dia e o trajeto dura só 25 minutos. Chegando lá, nossa dica é a Cachoeira da Feiticeira – trilha de aproximadas 3h (dificuldade moderada) – gigante pela própria natureza, seus 15m de água límpida são capazes de reenergizar qualquer ser vivo. É, de fato, uma recompensa após toda a caminhada.

Pontal do Atalaia – Arraial do Cabo

Região dos Lagos, aqui vamos nós. Arraial do Cabo é uma das belezas raras do nosso litoral e a estadia é ainda melhor em baixa temporada. As praias são maravilhosas e deixam satisfeitos os mergulhadores e surfistas. Caminho simples: Rodoviária Novo Rio (ônibus da 1001) ou carro direto para o local – sua mente e coração encontrarão paz logo na subida para ir ao Pontal do Atalaia. A estrada é muito bem feita, o que não impede visitas a pé e estimula os ciclistas (para os bem preparados, pois é bem íngreme). A região é formada pelas Prainhas do Atalaia, pela praia do Pontal e o costão que margeia o mar, considerado ponto de observação de ponta a ponta.

Praia da Ferradura – Búzios

Búzios, doce Búzios… Apesar das modernas construções, o lugar possui um ar de vila graças à falta de arranha-céus. Os táxis boats ajudam a conhecer a península, mas se a preguiça conseguir ser superada, as curtas trilhas podem cumprir esse papel. Como refúgio, a sugestão é a praia da Ferradura: devido a sua vasta extensão, dificilmente há pontos com muitas pessoas e é possível sentir paz e tranquilidade. O mar é bastante limpo com salinidade moderada, por isso mergulhar com os olhos abertos sem óculos é a grande curtição. As ruas que levam a este paraíso são feitas de paralelepípedo, ou seja, a caminhada é bem vinda, mas aproveitar a visita para diferenciar seu transporte e alugar um buggy também é sensacional e bem viável. Como chegar lá? Rodoviária Novo Rio – empresa 1001 – ou dirigir pela BR-101 e seguir na Via Lagos.

MATÉRIAS ANTERIORES DE Saúde & Bem-estar

Publicado em – Edição 117
O cuidado de si como prática de vida
Publicado em – Edição 117
Vamos acabar com o mito
Publicado em – Edição 117
Mulheres equilibristas
VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 0.0/5 (0 votes cast)

Deixe um comentário