Artigos
&
 
Colunas

Carmen Pimentel - Língua portuguesa

Isso tem a ver com aquilo?

Leitor assíduo de minha coluna, meu pai costuma dar sugestões sobre o que eu poderia abordar da próxima vez… Pois bem, aí vai! Ele me disse que recebeu um e-mail em que havia a expressão “ter a ver” escrita incorretamente: “ter haver”. Já vi outras vezes essa confusão. Afinal, qual a forma correta? As duas existem?

Ter a ver ou ter a haver? Ou, ainda, ter haver?

Qual usar, quando usar?

Vejamos as situações em que essas expressões costumam aparecer:

Se duas pessoas estão conversando, e uma delas fala de um assunto totalmente diferente da temática da conversa, a outra diz:

“Isso não tem nada a ver com o que estamos falando!!!”

Muito bem! Usou a expressão correta! “Ter a ver” significa ter relação com, dizer respeito a.

Outra situação: uma pessoa acha que recebeu seu salário faltando uma determinada quantia. Vai ao departamento que tem a ver com isso e reclama. O atendente diz a ela:

“Desculpe, mas você não tem mais nada a haver.”

Muito bem! Usou a expressão correta! “Ter a haver” significa ter a receber.

Mais exemplos:

“Maria não tem nada a ver com esse problema” (ou seja, o problema não diz respeito a Maria, não está relacionado com ela).

“Marlene não tem nada a haver” (ou seja, Marlene não tem nada para receber).

A confusão entre as duas expressões poderia ser evitada se em vez de “ter a ver” usássemos a expressão “ter que ver”. “Ter a ver” é um galicismo, isto é, uma expressão que importamos do francês e que cada vez usamos mais em vez da portuguesa “ter que ver”.

Portanto, podemos usar sem susto:

“Isso não tem nada que ver com aquilo”, quando quisermos dizer que isso não tem relação com aquilo.

Mas e ter haver é errado? Sem a ou que fica difícil de aceitar.

Se você quiser “tirar uma onda” e tornar a explicação mais imponente, diga que o problema acontece porque “haver” e “a ver” são expressões parônimas, ou seja, apresentam sentido diferente, mas têm formas semelhantes. E também são homófonas, pois produzem o mesmo som! Aí ninguém vai discordar de você!

Mas com a palavra nada, pode acontecer. Vejamos:

A expressão “nada haver” significa a inexistência de alguma coisa. Usamos quando queremos dizer que não existe nada em algum lugar. Por exemplo:

“O marido chega a casa antes do horário de costume e tranquiliza-se ao perceber nada haver dentro do armário”. Tudo bem, o exemplo foi triste! Mas o marido ficou contente porque não havia nada, não existia ninguém dentro do armário. Vejamos outro exemplo:

“Fiquei furiosa quando vi nada haver dentro da caixa de joias. Roubaram meu tesouro!”
Na linguagem informal (e somente na fala! Na escrita, jamais!!), encontramos o “nadavê”. Geralmente acompanhado de um “aê”. Mas isso é outra história… não tem nadavê, aê, com essa coluna…

Fiquemos com a música dos Engenheiros do Hawaii para encerrar.

Pai, qual a próxima sugestão?

Nada a Ver

Engenheiros do Hawaii

Um cão sem dono, uma árvore no outono
O nono mês de gravidez
Eu perco o sono, ao som de Yoko Ono
E telefono pra vocês
Às vezes eu acordo assustado
(A gente não tem nada a ver)
Mas quando eu te vejo do meu lado
(A gente não tem nada a perder)
De dia eu não te vejo nem desejo
Eu vejo que não dá
(A gente não tem nada a ver)
Toda a noite, a noite inteira, eu penso em ti
Eu penso em te encontrar
(A gente não tem nada a perder)
Nada a ver, nada a perder,
Nada a fazer, nada não…
Sinto tanto, sinto muito, no meu canto,
Enquanto a noite cai
(A gente não tem nada a ver)
Sinto saudade, é verdade, nunca é tarde,
Enquanto a chuva cai
(A gente não tem nada a perder)
Eu fico sem saber o que fazer, o que vai ser
Amanhã de manhã
(A gente não tem nada a ver)
Eu sonho com elegância, arrogância,
Extravagância do Duran Duran
(A gente não tem nada a perder)
Nada a ver, nada a perder,
Nada a fazer, nada não…
Às vezes eu acordo assustado !!!!!!
Às vezes eu acordo do teu lado !!!!!!!!
Às vezes eu fico acordado !!!!!!!!
Às vezes eu te vejo…
Às vezes eu te beijo…
Às vezes eu te desejo…
Às vezes eu…
Nada a ver, nada a perder

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 0.0/5 (0 votes cast)

Um Comentário para “Isso tem a ver com aquilo?”

  1. Maria disse:

    Adorei estas explicações!!

Deixe um comentário