Educação
&
 
Conhecimento

13 de Agosto, Dia Internacional do Canhoto

Parece brincadeira, mas eles também têm seu dia. A data foi instituída em 1976, nos EUA. O número treze foi escolhido por ser um número já carregado de superstições, e o mês de agosto também. Os canhotos, até pouco tempo, eram olhados com desconfiança, achavam que tinham parte com o diabo. O próprio nome “sinister” em latim quer dizer, ao mesmo tempo, “esquerdo” e “demônio”. Exceção feita à alianç

canhoto

a de casamento que é usada na mão esquerda (pois diz a lenda que havia uma veia que ligava diretamente o dedo anular ao coração), todo o comportamento da sociedade é voltado para os destros. Frases como “entrar com o pé direito”, “você é meu braço direito”, são ouvidas até hoje. Tudo foi feito para desencorajar o canhotismo, que, por isso, atualmente corresponde a 10% da população mundial. Hoje sabemos que usar uma ou outra mão é tão normal como nascer menino ou menina. A criança até os seis anos escolhe qual dos lados do cérebro vai ser o lado dominante e, ao escolher, estará definindo sua tendência, sendo que o lado direito do cérebro comanda nossa mão esquerda e vice-versa. E como o lado direito controla a parte artística, esta seria a explicação para grandes gênios da humanidade serem canhotos, como Da Vinci, Michelangelo e Beethoven. Dizem também que pode ser hereditário, não se tem certeza. O fato é que hoje ninguém mais é forçado a usar a mão direita, e com isso o número de canhotos tende a aumentar. E o mundo, até então feito para os destros, terá que ser, no dia 13 de agosto, dia internacional do canhoto, repensado. Parabéns a todos os canhotos e que tenham sempre orgulho da sua escolha!

 

 

Beethoven (acima – compositor e maestro), Michelangelo (abaixo e a esquerda – pintor, escultor, poeta e arquiteto) e Leonardo Da Vinci (abaixo e a direita – cientista, matemático, engenheiro, inventor, anatomista, pintor, escultor, arquiteto, botânico, poeta e músico)

MATÉRIAS ANTERIORES DE Educação & Conhecimento

Publicado em – Edição 114
Publicado em – Edição 114
Algumas expressões…
Publicado em – Edição 114
Muito a contragosto…
VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 0.0/5 (0 votes cast)

Deixe um comentário