Artigos
&
 
Colunas

Oswaldo Miranda

What a wonderful world!

Em dois Natais passados (e eu já vou para o meu 94ª), sugeri a Rosamarie, que em seu programa na Rádio Imperial, Petrópolis, em vez de colocar melodias tradicionais (Noite Feliz e etc), inovasse, com a bela composição de Bob Thiele, George David Weiss e Robert Thiele Jr., What a wonderful World, na voz de Lois Armstrong. Foi o que ela fez em sua mensagem original, com o agrado de muitos ouvintes. Ao fim do canto, Rosemarie declamava para o público, em tradução livre, direta, não integrada à melodia, uma síntese dos versos, identificando assim o que fora interpretado pelo famoso cantor-trompetista americano.

Louis-Armstrong-copy

Vamos então a Armstrong:

I see trees of green, red roses too
I see them bloom for me and for you
And I think to myself, what a wonderful world.
I see skies of blue clouds of white
Bright blessed days, dark sacred nights
And I think to myself, what a wonderful world.
The colors of a rainbow, so pretty, in the sky
Are also on the faces of people going by
I see friends shaking hands,sayin “how do you do?”
They’re really sayin, “I love you”.
I hear babies cry, I watch them grow
They’ll learn much more, than I’ll never know
And I think to myself, what a wonderful world

E aqui, então, a beleza desses versos em Português:

Eu vejo as árvores verdes / Rosas vermelhas, também / E as vejo florescer para mim e você / Eu penso comigo / Que mundo maravilhoso! / Eu vejo os céus tão azuis e as nuvens tão brancas / O brilho abençoado do dia e a escuridão sagrada da noite / E eu penso comigo / Que mundo maravilhoso! / As cores do arco Iris, tão bonitas, no céu / Então também nos rostos das pessoas que se vão / Vejo amigos apertando as mãos / Dizendo: Como vai você? / Eles realmente dizem: Eu te amo! / Eu ouço crianças chorando / E as vejo crescer / Elas aprenderão muito mais do que eu jamais saberei / Eu penso comigo: Que mundo maravilhoso! / Sim, eu penso comigo: Que mundo maravilhoso!
E é este, de coração, o meu desejo para todos vocês nesse 2014 que vem por aí… deixando-nos contagiar pela mesma alegria que Satchmo, o boca de mochila, nos passava com seu canto-sorriso, seus scats e seu espetacular trompete – sons que ficam para sempre em nossa memória.
Feliz Ano Novo!

jornal_deunamidia

Mauricio-Azedo-3-copy

SAUDADE – O amigão Maurício Azêdo, meu presidente na ABI, deu de partir aos 78. Devo-lhe uma homenagem – as Bodas de Platina, pelo que achou que fiz na área da comunicação. Quatro páginas no jornal e abertura de site na internet. Fazíamos permuta de exemplares, com bilhetinhos carinhosos. Fez muito em todas as áreas em que militou, deixando na nossa casa – a ABI – a marca do seu trabalho. Um homem do Brasil. Três dias de luto no estado. Disfarço a tristeza que toma meu coração. E eu estou certo de sua bela e justa acolhida no reino de Deus.

JORNAL DO COMÉRCIO: “Despesas do governo crescem e contas se agravam”. Santo Deus: não haveria melhor prenúncio para o ano que vem?

HISTÓRIA: “Dia 25 faz 2013 anos que nasceu Jesus, na cidade de Belém, Terra de Canaã, onde há a Basílica da Natividade, na qual se encontra a manjedoura, seu berço. Nela se colocava comida para os animais. Jesus passou a infância em Nazaré, onde há a Basílica da Anunciação. Foi ali que um anjo avisou à mãe de Jesus, Maria, que ela teria um filho santo. Jesus passou infância em Carfanaum, costa da Galiléia, aonde se deu o milagre da multiplicação dos pães e dos peixes para alimentar os pobres. Muitos acreditavam que Jesus fosse filho de Deus. Os que não acreditavam, mandaram matá-lo. No lugar em que ELE morreu foi enterrado e ressuscitado, fica a Igreja do Santo Sepulcro”. Teria eu acertado no resumo da biografia não autorizada de Jesus, o menino cujo nascimento estamos festejando?

JORNAL NACIONAL: “No Brasil 26 milhões de toneladas de alimentos vão para o lixo todos os anos”. No mundo há um bilhão de pessoas passando fome. Vai dai que… não sei…

O FURACÃO – O Haiyan arrasou com Tacoblan, Filipinas. Navios voando, 10 mil mortos, cinco milhões de desabrigados e U$ 14 bilhões de prejuízos. Uma ideia: fosse aqui com o epicentro no Rio, atingiria até Brasília!

Zeca-Pagodinho---disco-copy
ZECA PAGODINHO: Lançou DVD no Faustão, festejando 30 anos de carreira. Trabalhou em escritório, foi office boy. Cantou com sua entourage, músicos, coro, bailarinas(!). Atire a primeira pedra/ Ataulfo, Foi um rio que passou em minha vida/ Paulinho da Viola, Trem das 11/Adoniran Barbosa e A sorrir (O sol nascerá)/ Cartola e Elton Medeiros. Aqui a capa do seu primeiro LP. Arlindo Cruz assina: ”- Vai em frente, parceiro. Mil felicidades! “É de fevereiro de 1986. Não deu outra pro Jessé Gomes da Silva Filho, que assim terminou o papo com Faustão: – Deus me deu tudo que eu pedi.

artigos anteriores de Oswaldo Miranda

Publicado em – Edição 117
Osmar de Guedes Vaz, gozador contumaz…
Publicado em – Edição 116
Balzac no carnaval
Publicado em – Edição 115
What a wonderful world!
VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 0.0/5 (0 votes cast)

Deixe um comentário